Segunda-feira, 5 de Novembro de 2018

Vozes das trincheiras - I Guerra Mundial | vídeo

vozes.png

 Visualizar |

 

Portugal enviou mais de 50 mil homens para as trincheiras da Flandres, durante a I Guerra Mundial. Conheça algumas das suas histórias e as memórias que deixaram com familiares.

 

A I Guerra Mundial levou milhares de jovens portugueses até França, onde combateram as tropas alemãs e as do Império Austro-Húngaro.

As duas divisões formadas em Portugal combateram como força independente até Abril de 1918, quando foram surpreendidas por um intenso ataque às suas posições. Na batalha que ficaria conhecida em Portugal como a batalha de La Lys, os portugueses perderam mais de sete mil homens, mortos ou feitos prisioneiros do inimigo.

 

Referência: Vozes das trincheiras. (2018). Vozes das trincheiras. Retrieved 4 November 2018, from http://ensina.rtp.pt/artigo/vozes-das-trincheiras/?fbclid=IwAR1jKj1lRuRo_TsDtb_BXXC75rA

 

 

Fonte:https://blogue.rbe.mec.pt/

 

 

publicado por essmo-becre às 13:06
link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 2 de Julho de 2015

Lugares Europeus distinguidos com a Marca do Património Europeu

Segundo informação recebida do  Arquivo Nacional da Torre do Tombo:

 

Para além da distinção Marca Património Europeu atribuída à  Carta de Lei de Abolição da Pena de Morte em Portugal (1867), 19 outros lugares / documentos obtiveram igualmente esta distinção.

A atribuição da Marca do Património Europeu tem por objetivo fortalecer o sentimento de pertença entre os cidadãos europeus sensibilizando-os  para lugares/documentos  que tenham desempenhado um papel significativo na história, cultura e desenvolvimento da União Europeia. Conheça-os aqui

 

 

 

 

 

publicado por essmo-becre às 16:08
link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 26 de Maio de 2014

Mais Educação para Reinventar PORTUGAL

Entrevista do Jornal de Letras a António Nóvoa, reitor honorário da Universidade de Lisboa, atualmente consultor da UNESCO no Brasil.

 

Leia aqui, clicando na imagem seguinte.

 

publicado por essmo-becre às 12:40
link do post | comentar | favorito
Domingo, 1 de Dezembro de 2013

Restauração da Independência: 1.º de Dezembro

O 1.º de Dezembro é (era) o feriado civil mais antigo: sobreviveu à I República austera em festividades, ao Estado Novo que só recuperou os "dias santos" em 1952 e à chegada da democracia, que nunca aboliu feriados mas acrescentou vários ao calendário.


Acabou, agora, como parte de um pacote de medidas que visa aumentar a produtivadade (?!). Na verdade, o governo português decidiu eliminar o feriado de 1 de dezembro, e a comemoração da Restauração da Independência já não será comemorada com um feriado este ano e, pelo menos, até 2017.


Partilho, inteiramente, da opinião do grupo de cidadãos que querem repor o feriado do 1º de dezembro, no fundo, os que pretendem restaurar a Restauração da Independência.

"Numa altura em que Portugal sofre fortes limitações ao exercício da sua soberania, em razão da situação financeira do País e de compromissos externos celebrados, importa repor o 1.º de Dezembro e celebrar os valores da independência nacional e do brio e da liberdade de Portugal como valores fundamentais do Estado, de toda a sociedade e da Nação", lê-se no documento. 


No documento apresentado por esse grupo de cidadãos, expõe-se que o feriado do 1.º de Dezembro foi "o mais antigo dos feriados civis de Portugal e é o mais alto dos feriados patrióticos, assinalando e fazendo celebrar o mais elevado dos valores de toda a comunidade nacional: a nossa própria independência nacional". 


Na iniciativa legislativa de cidadãos argumenta-se que, «salvo quando tendo caído sob dominação estrangeira, não se conhece um só caso de algum país que, tendo feriado ou feriados celebrando a sua independência nacional, o(s) tenha abolido, assim apagando do respetivo calendário oficial a celebração desse valor coletivo fundamental».


«O 1.º de Dezembro evoca a última vez em que, estando sob domínio estrangeiro e tendo perdido a independência nacional, Portugal a reconquistou pelas armas, pondo fim ao domínio dos Filipes (1580-1640) e restaurando assim a soberania nacional independente, então na pessoa do rei D. João IV», sustenta-se.

Assim, argumenta-se na iniciativa legislativa que o 1º de Dezembro é «o próprio Dia de Portugal por natureza das coisas», o dia que, no calendário oficial, celebra o facto sem o qual Portugal não existiria «como Estado, povo e nação independentes».


Adaptado de 

 

http://rr.sapo.pt/


http://www.tvi24.iol.pt



publicado por essmo-becre às 00:01
link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 3 de Março de 2011

Para os saudosistas ... e não só!

A televisão, e a RTP em particular, tem feito companhia a gerações de portugueses que, como eu, lembram com nostalgia e saudade alguns programas.

Saudosista q.b., fiquei a saber da existência deste site que nos proporciona um regresso ao passado (mais longínquo ou nem tanto assim!) e entendi que, sendo nós o povo da "saudade", poderia partilhá-lo convosco. Cliquem na televisão!

 

 

publicado por essmo-becre às 15:34
link do post | comentar | favorito

.Citação do dia

.Catálogo On-Line

Bibliotecas do Agrupamento

.Tutorial - consulta do catálogo

>

.Sugestões

"Frida" é um percurso pessoal e intimista pelos principais momentos da vida da aclamada artista mexicana, através dos textos poéticos e metafóricos de Sébastien Pérez, onde afloram reflexões e emoções da própria pintora recolhidas no seu diário e correspondência; e complementado com a abordagem moderna e transgressora de Benjamin Lacombe, que aí recria alguns dos seus quadros mais célebres, desde “Raízes” até ao “Veado ferido”, passando por “Autorretrato com macacos”. Com “Frida”, o leitor fica cativado pelo poderoso olhar da protagonista, que dessa forma o conduz ao longo deste magnífico volume visual, caracterizado pela sua elegância, pelo intenso colorido das suas ilustrações e pelo requinte da sua edição forrada a tecido, com páginas que se sobrepõem umas às outras e se complementam pelo recurso a cortantes. Fonte: www.fnac.pt

.pesquisar

 

.links

.Rádio miúdos

https://www.radiomiudos.pt/

.Música

.posts recentes

. Vozes das trincheiras - I...

. Lugares Europeus distingu...

. Mais Educação para Reinve...

. Restauração da Independên...

. Para os saudosistas ... e...

. Comemorações do Centenári...

.subscrever feeds

.Visitantes

.Professor bibliotecário: ode

.Julho 2019

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.tags

. todas as tags