Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Biblioteca Escolar / Centro de Recursos da ESSMO

O importante não é onde chegas, mas o caminho que percorres.

Biblioteca Escolar / Centro de Recursos da ESSMO

O importante não é onde chegas, mas o caminho que percorres.

Aristides de Sousa Mendes do Amaral e Abranches nasceu a 19 de Julho de 1885

Aristides_de_Sousa_Mendes,_1940.jpg

Aristides de Sousa Mendes


Aristides de Sousa Mendes foi um Diplomata português que durante a II Guerra Mundial salvou mais de 30.000 vidas da perseguição Nazi, em 1940, no que é considerado como a maior acção de salvamento empreendida por uma pessoa individual.

"Era verdadeiramente a minha intenção salvar toda aquela gente."

Aristides de Sousa Mendes: o Herói Sem Capa

Um cônsul que quebrou as regras e salvou vidas num dos piores cenários da história, só depois de morto foi reconhecido como o Homem de valor que foi.

Aristides de Sousa Mendes: pode ser um nome desconhecido para muitos, mas será com certeza, um nome bem próximo para outros. Figura única da História portuguesa, um ser humano de coração bom, que salvou muitas vidas de um fim trágico. Um caso em que a história portuguesa não tratou bem os seus heróis. Mas como foi a vida e morte deste herói quase anónimo que arriscou tudo pelos outros?

 

Como Começa Esta História

Aristides de Sousa Mendes nasceu em Cabanas de Viriato, concelho de Carregal do Sal a 19 de julho de 1885, tendo-se mudado para Lisboa em 1907 após a licenciatura em Direito pela Universidade de Coimbra. No ano seguinte casou-se com a prima Angelina, com quem viria a ter catorze filhos.

Tendo enveredado pela carreira diplomática, Aristides ocupou diversas delegações consulares pelo mundo, como Zanzibar, Guiana Britânica, Brasil, Estados Unidos da América, Luxemburgo ou Espanha. O seu empenho na promoção de Portugal não passou desapercebido quando foi cônsul-geral em Antuérpia, tanto que o rei Leopoldo II da Bélgica o condecorou como oficial da Ordem de Leopoldo e mais tarde comendador da Ordem da Coroa.

Em 1938, mesmo nas vésperas do início da Segunda Guerra Mundial, Salazar nomeia-o cônsul em Bordéus, França. E este é o início da história mais importante de Aristides de Sousa Mendes.

Leia mais, aqui.

Pode também ler aqui o artigo  de hoje do jornal Expresso sobre esta figura incontornável  da história portuguesa e mundial do século XX.

Fontes:

https://expresso.pt/sociedade/2020-07-19-Assinatura-de-Aristides-de-Sousa-Mendes-autorizou-entrada-de-10-mil-a-15-mil-refugiados-em-Portugal

https://fundacaoaristidesdesousamendes.pt/

https://www.natgeo.pt/historia/aristides-de-sousa-mendes-o-heroi-sem-capa

Para não esquecer e para que não se repita!

Neste dia, assinalam-se o Dia Internacional de Comemoração em Memória das Vítimas do Holocausto, ou Dia da Shoah,  e o Dia Europeu de Memória do Holocausto.

Este dia surge na sequência de, neste dia, em 1945, o Exército Vermelho ter ocupado o campo de Auschwitz, na Polónia, começando o tratamento e libertação dos sobreviventes do extermínio nazi.

O tema de 2020 – "75 years after Auschwitz - Holocaust Education and Remembrance for Global Justice" – reflete a importância contínua, 75 anos após o Holocausto, da ação coletiva contra o antissemitismo e outras formas de preconceito para garantir o respeito pela dignidade e pelos direitos humanos de todas as pessoas, em todo o mundo.

mw-680.jpg

libracion_polonia.jpg

Se isto é um Homem

 

Vós que viveis tranquilos

nas vossas casas aquecidas,

vós que encontrais regressando à noite

comida quente e rostos amigos,

considerai se isto é um homem:

quem trabalha na lama,

quem não conhece a paz,

quem luta por meio pão,

 

quem morre por um sim ou por um não.

Considerai se isto é uma mulher:

sem cabelo e sem nome,

sem mais força para recordar,

vazios os olhos e frio o regaço,

como uma rã no inverno.

Meditai que isto aconteceu.

Recomendo-vos estas palavras,

esculpi-as no vosso coração,

estando em casa, andando pela rua,

ao deitar-vos e ao levantar-vos.

Repeti-as aos vossos filhos.

Ou que desmorone a vossa casa,

que a doença vos entrave,

que os vossos filhos vos virem a cara.

 

Primo Levi (1946); tradução: Simonetta Cabrita Neto

 

Fontes: 

http://estoriasdahistoria12.blogspot.com/

https://sicnoticias.pt/especiais/ficou-para-a-historia/2020-01-27-Ficou-para-a-Historia

https://www.acm.gov.pt/-/natal-natividade

 

 

12 de Junho de 1929: Nasce Anne Frank

Hoje é dia do aniversário natalício de Anne Frank.

De facto, Anne Frank faria hoje 90 anos se não tivesse acontecido o que aconteceu...

Saiba mais aqui.

anneFrank.jpg  Primeira ed.Diário Anne Frank.jpg

                                                      Capa da primeira edição do Diário de Anne Frank

 

Fonte: https://estoriasdahistoria12.blogspot.com/2019/06/12

Dia Internacional em Memória das Vítimas do Holocausto

Assinalam-se hoje 73 anos da libertação do campo de concentração de Auschwitz, local onde morreram mais de 1,3 milhões de pessoas.

Neste dia em que se recordam as vítimas do Holocausto, muitos são os meios de comunicação social (e não só!) que relatam episódios do extermínio nazi. 

Qual a intenção? É preciso não esquecer!

As Nações Unidas escolheram este dia por se tratar do aniversário da libertação do Campo de Concentração de Auschwitz-Birkenau pelas tropas soviéticas em 1945. 

É um dia em que as Nações Unidas lembram os seis milhões de homens, mulheres e crianças judeus que morreram vítimas do regime nazi. António Guterres lembra que o antissemitismo persiste e que existe um aumento de outras formas de preconceito: "Quando os valores da humanidade são abandonados, onde quer que sejam, todos nós ficamos sob risco." -

Veja a mensagem do Secretário-geral na íntegra aqui 👇

 

 

Fonte: Centro Regional de Informação das Nações Unidas

 

Mas nem só as Nações Unidas lembram este dia. Muitas são as estruturas, organizações e instituições que também o fazem, bem como Governos de muitos países.