Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Biblioteca Escolar / Centro de Recursos da ESSMO

O importante não é onde chegas, mas o caminho que percorres.

Biblioteca Escolar / Centro de Recursos da ESSMO

O importante não é onde chegas, mas o caminho que percorres.

Citação do dia

Aristides de Sousa Mendes do Amaral e Abranches nasceu a 19 de Julho de 1885

Aristides_de_Sousa_Mendes,_1940.jpg

Aristides de Sousa Mendes


Aristides de Sousa Mendes foi um Diplomata português que durante a II Guerra Mundial salvou mais de 30.000 vidas da perseguição Nazi, em 1940, no que é considerado como a maior acção de salvamento empreendida por uma pessoa individual.

"Era verdadeiramente a minha intenção salvar toda aquela gente."

Aristides de Sousa Mendes: o Herói Sem Capa

Um cônsul que quebrou as regras e salvou vidas num dos piores cenários da história, só depois de morto foi reconhecido como o Homem de valor que foi.

Aristides de Sousa Mendes: pode ser um nome desconhecido para muitos, mas será com certeza, um nome bem próximo para outros. Figura única da História portuguesa, um ser humano de coração bom, que salvou muitas vidas de um fim trágico. Um caso em que a história portuguesa não tratou bem os seus heróis. Mas como foi a vida e morte deste herói quase anónimo que arriscou tudo pelos outros?

 

Como Começa Esta História

Aristides de Sousa Mendes nasceu em Cabanas de Viriato, concelho de Carregal do Sal a 19 de julho de 1885, tendo-se mudado para Lisboa em 1907 após a licenciatura em Direito pela Universidade de Coimbra. No ano seguinte casou-se com a prima Angelina, com quem viria a ter catorze filhos.

Tendo enveredado pela carreira diplomática, Aristides ocupou diversas delegações consulares pelo mundo, como Zanzibar, Guiana Britânica, Brasil, Estados Unidos da América, Luxemburgo ou Espanha. O seu empenho na promoção de Portugal não passou desapercebido quando foi cônsul-geral em Antuérpia, tanto que o rei Leopoldo II da Bélgica o condecorou como oficial da Ordem de Leopoldo e mais tarde comendador da Ordem da Coroa.

Em 1938, mesmo nas vésperas do início da Segunda Guerra Mundial, Salazar nomeia-o cônsul em Bordéus, França. E este é o início da história mais importante de Aristides de Sousa Mendes.

Leia mais, aqui.

Pode também ler aqui o artigo  de hoje do jornal Expresso sobre esta figura incontornável  da história portuguesa e mundial do século XX.

Fontes:

https://expresso.pt/sociedade/2020-07-19-Assinatura-de-Aristides-de-Sousa-Mendes-autorizou-entrada-de-10-mil-a-15-mil-refugiados-em-Portugal

https://fundacaoaristidesdesousamendes.pt/

https://www.natgeo.pt/historia/aristides-de-sousa-mendes-o-heroi-sem-capa

Aristides de Sousa Mendes

Aristides de Sousa Mendes: o cônsul insubordinado

 

“Não poderia agir de outra forma e assim aceito tudo o que me aconteceu com amor.” 

Aristides de Sousa Mendes foi um Diplomata português que durante a II Guerra Mundial salvou mais de 30.000 vidas da perseguição Nazi, em 1940, no que é considerado como a maior acção de salvamento empreendida por uma pessoa individual.

A Fundação Aristides de Sousa Mendes foi constituída no ano 2000 com os objectivos de divulgar o Acto de Consciência de Aristides de Sousa Mendes e de desenvolver e executar o projecto de recuperação da casa de família de Sousa Mendes, a Casa do Passal, em Cabanas de Viriato.



 “ERA VERDADEIRAMENTE MINHA INTENÇÃO SALVAR TODA AQUELA GENTE”

 

Visite aqui o Museu Virtual da Fundação de Aristides de sousa Mendes

Fontes:

http://www.centerofportugal.com/pt/aristides-de-sousa-mendes-o-consul-insubordinado/

http://www.fundacaoaristidesdesousamendes.pt/

Exposição na ONU para assinalar o Dia Internacional em Memória do Holocausto

Mundo

https://www.rtp.pt/noticias/mundo/exposicao-na-onu-para-assinalar-o-dia-internacional-em-memoria-do-holocausto_v1126014

A ONU assinalou o Dia Internacional em Memória das Vítimas do Holocausto com a inauguração duma exposição de homenagem aos diplomatas que agiram para além do dever.

Um dos homenageados foi o Cônsul português, Aristides de Sousa Mendes, que concedeu vistos a milhares de judeus que fugiam da ocupação nazi.

Fonte: https://www.rtp.pt/noticias/mundo/exposicao-na-onu-para-assinalar-o-dia-internacional-em-memoria-do-holocausto_v1126014 

Aristides de Sousa Mendes homenageado em exposição na ONU

A exposição na sede da ONU, intitulada "Beyond Duty" (Além do dever), presta tributo ao português Aristides de Sousa Mendes e outros sete diplomatas internacionais, considerados "Justos Entre as Nações" pelo Centro Mundial de Memória do Holocausto.

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.