Domingo, 27 de Setembro de 2015

Olimpíadas Internacionais de Ciências da Terra

 

Portugal conquista as medalhas de Ouro e de Bronze

 

IMG_0873.JPG

Fotografia da delegação portuguesa (da esquerda para a direita): Prof. Dr. Jorge Relvas responsável da delegação, estudantes José Pedro Carvalho (medalha de bronze), Vasco Esteves (medalha de ouro), Carolina Esteves (vencedora das 1ªs Olimpíadas Portuguesas de Geologia) e Dr. Álvaro Pinto da CNOG.

 

Três jovens estudantes do ensino secundário, representantes de Portugal nas 9ªs Olimpíadas Internacionais de Ciências da Terra, conquistaram a medalha de ouro, mas também a de bronze, assim como uma série de outros prémios e menções honrosas.

A comitiva foi constituída pelos alunos Carolina Esteves (Escola Secundária de Bocage, Setúbal), José Pedro Carvalho (Agrupamento de Escolas de Lousada) e Vasco Esteves (Escola Secundária Damião de Goes, Alenquer) e pelos seus mentores, pertencentes à Comissão Nacional para as Olimpíadas de Geologia (CNOG), Prof. Jorge Relvas (Coordenador Nacional) e Dr. Álvaro Pinto, ambos da Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa.

 

[...] Há alguns aspetos dignos de realce que valorizam ainda mais a prestação destes valorosos estudantes e, por seu intermédio, a participação de Portugal, nomeadamente:

  • foram as 1ªs Olimpíadas Internacionais na área das Ciências da Terra em que o País participa;
  • decorre essa participação, da organização das 1ªas Olimpíadas Portuguesas de Geologia;
  • as matérias avaliadas nas Olimpíadas Internacionais diferem, em boa parte, das dos programas nacionais da disciplina de Biologia e Geologia do 10ª e 11º ano, porque incorporam adicionalmente conteúdos de Ciências Planetárias, Geofísica, Oceanografia e Ciências da Atmosfera, pelo que os 3 finalistas tiveram de receber uma preparação complementar nestas áreas do conhecimento;

Numa competição que é normalmente dominada por países do continente asiático, onde as IESO foram criadas, com matérias de avaliação muito próximas dos seus programas do Ensino Secundário, nesta edição Portugal arrecadou duas medalhas, uma delas de ouro, feito nunca antes alcançado por qualquer país europeu, nas 9 finais internacionais de Geologia (Ciências da Terra) até hoje realizadas.[...] 

Esta prova foi disputada entre os dias 13 e 10 de setembro, na cidade de Poços de Caldas, Minas Gerais, Brasil.

 

Para saber mais sobre este feito, clique aqui

Fonte: http://socgeol.org/

publicado por essmo-becre às 17:48
link do post | comentar | favorito

.Citação do dia

.Catálogo On-Line

Bibliotecas do Agrupamento

.Sugestões

Quando referimos o património cultural, há a tentação de pensar que falamos de antigualhas, de coisas do passado, irremediavelmente perdidas. Puro engano! Referimo-nos à memória viva, seja referida a monumentos, sítios, tradições, seja constituída por acervos de museus, bibliotecas e arquivos. Tratamos de conhecimentos ou de expressões da criatividade humana... Ter memória é, assim, respeitarmo-nos. Cuidar do que recebemos é dar atenção, é não deixar ao abandono. Daí a presente obra procure aliar a ideia de peregrinação, no sentido da demanda de outros lugares e de outras gentes, através da sua história, como se já fizera em "Na Senda de Fernão Mendes", à memória da cultura e da língua portuguesa, como língua de várias culturas e cultura de várias línguas. Neste Ano Europeu do Património Cultural trata-se de um apelo a que a cultura seja compromisso, cuidado, atenção e conhecimento. Fonte:"https://www.fnac.pt/"

.pesquisar

 

.Junho 2018

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
23
24
25
26
27
28
29
30

.Rádio miúdos

https://www.radiomiudos.pt/

.links

.Música

.posts recentes

. Galileo Galilei

. Dia Mundial do Ambiente

. 5 de junho: dia do meio a...

. Assim afeta o sono o rend...

. Reforma de 2018 das regra...

. Prémio Escolar AEPC 2018

. Dia da Europa 2018

.subscrever feeds

.Visitantes

.Professor bibliotecário: ode

.tags

. todas as tags