Domingo, 2 de Julho de 2017

Mia Couto 

 

[Beira, Moçambique, 5 de julho 1955]

Escritor/Biólogo 

Foi jornalista e professor, e é, atualmente, biólogo e escritor. Está traduzido em diversas línguas.
Entre outros prémios e distinções (de que se destaca a nomeação, por um júri criado para o efeito pela Feira Internacional do Livro do Zimbabwe, de Terra Sonâmbula como um dos doze melhores livros africanos do século XX), foi galardoado, pelo conjunto da sua já vasta obra, com o Prémio Vergílio Ferreira 1999 e com o Prémio União Latina de Literaturas Românicas 2007. Ainda em 2007 Mia foi distinguido com o Prémio Passo Fundo Zaffari & Bourbon de Literatura pelo seu romance O Outro Pé da Sereia.
Jesusalém foi considerado um dos 20 livros de ficção mais importantes da «rentrée» literária francesa por um júri da estação radiofónica France Culture e da revista Télérama.
Em 2011 venceu o Prémio Eduardo Lourenço, que se destina a premiar o forte contributo de Mia Couto para o desenvolvimento da língua portuguesa.
Em 2013 foi galardoado com o Prémio Camões e com o prémio norte-americano Neustadt.

Fontes:

http://www.citador.pt/textos/a/mia-couto

https://www.wook.pt/autor/mia-couto/2621

 

 

publicado por essmo-becre às 12:17
link do post | comentar | favorito

.Citação do dia

.Catálogo On-Line

Bibliotecas do Agrupamento

.Tutorial - consulta do catálogo

Como consultar o catálogo

.Sugestões

"Frida" é um percurso pessoal e intimista pelos principais momentos da vida da aclamada artista mexicana, através dos textos poéticos e metafóricos de Sébastien Pérez, onde afloram reflexões e emoções da própria pintora recolhidas no seu diário e correspondência; e complementado com a abordagem moderna e transgressora de Benjamin Lacombe, que aí recria alguns dos seus quadros mais célebres, desde “Raízes” até ao “Veado ferido”, passando por “Autorretrato com macacos”. Com “Frida”, o leitor fica cativado pelo poderoso olhar da protagonista, que dessa forma o conduz ao longo deste magnífico volume visual, caracterizado pela sua elegância, pelo intenso colorido das suas ilustrações e pelo requinte da sua edição forrada a tecido, com páginas que se sobrepõem umas às outras e se complementam pelo recurso a cortantes." Fonte:"https://www.fnac.pt/"

.pesquisar

 

.links

.Rádio miúdos

https://www.radiomiudos.pt/

.Música

.posts recentes

. Aprender a ler e escrever...

. O que é a neurociência?

. Frida Kahlo

. Galileo Galilei

. Dia Mundial do Ambiente

. 5 de junho: dia do meio a...

. Assim afeta o sono o rend...

.subscrever feeds

.Visitantes

.Professor bibliotecário: ode

.Setembro 2018

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.tags

. todas as tags