Quinta-feira, 27 de Março de 2014

Dia Mundial do Teatro

Breve história do Teatro, pelo PNL, hoje que, no mundo inteiro, se assinala o seu Dia. 

O encenador, ator e Prémio Pessoa Luís Miguel Cintra reflete sobre o texto que hoje se ouvirá em todos os teatros do mundo. Segue-se um possível roteiro para celebrar este 27 de março. Hoje é dia mundial do teatro.

 

A mensagem que hoje se ouvirá em todos os palcos do mundo acaba com uma questão: "Estaremos nós, os artistas do palco, em conformidade com as exigências dos mercados higienizados ou será que têm medo do poder que temos para limpar um espaço nos corações e no espírito da sociedade, reunir pessoas, para inspirar, encantar e informar e para criar um mundo de esperança e de colaboração sincera?"

 

Quem enuncia a questão é Brett Bailey, dramaturgo e encenador sul-africano que sucede na redação do texto internacional ao ator John Malkovich ou ao Nobel da Literatura Dário Fo, responsáveis pelas comunicações que o International Theatre Institute fez distribuir, nos últimos dois anos, por todo o mundo.  

 

Cinquenta e dois anos depois do primeiro dia mundial do teatro, e da primeira mensagem internacional, da autoria de Jean Cocteau, Brett Bailey insiste em sublinhar o ancestral e "irreprimível espírito de representação" do ser humano, para se debruçar de seguida sobre o atual "mundo de poder desigual", "com regimes opressivos e capitalismos predadores".

 

Luís Miguel Cintra, que se iniciou nesta arte no tempo da censura, deu o seu testemunho ao Expresso, assinalando a preponderância dos chamados mercados na sociedade globalizada face a uma arte que vive da reunião e do encontro.



Ler mais: http://expresso.sapo.pt/o-inimigo-do-teatro-e-o-mercado=f862742#ixzz2xChZyrO7



 

publicado por essmo-becre às 02:09
link do post | comentar | favorito

.Citação do dia

.Catálogo On-Line

Bibliotecas do Agrupamento

.Tutorial - consulta do catálogo

>

.Sugestões

Toda a poesia de Sophia de Mello Breyner Andresen, em nova edição, com inéditos da autora. A presente edição reúne toda a obra poética de Sophia de Mello Breyner Andresen, seguindo e atualizando os critérios de fixação de texto adotados nas edições anteriores, graças ao notável trabalho de Maria Andresen de Sousa Tavares e Carlos Mendes de Sousa, que assinam, respetivamente, o prefácio a esta edição, e a Nota de Edição. O presente volume inclui alguns poemas inéditos que integram o espólio da autora, em depósito na Biblioteca Nacional. [...] Fonte:"https://www.fnac.pt/"

.pesquisar

 

.links

.Rádio miúdos

https://www.radiomiudos.pt/

.Música

.posts recentes

. A Água, a poesia e a flor...

. Dia Mundial da Poesia em ...

. DIA MUNDIAL DA POESIA 201...

. "Navegações" de Sophia d...

. Dia mundial da poesia | ...

. CNC assinala ao longo do ...

. Ativismo - Amnistia Inter...

.subscrever feeds

.Visitantes

.Professor bibliotecário: ode

.Março 2019

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.tags

. todas as tags