Domingo, 21 de Maio de 2017

Dia Mundial da Diversidade Cultural para o Diálogo e o Desenvolvimento

Mensagem de Irina Bokova, diretora-geral da UNESCO, por ocasião do Dia Mundial da Diversidade Cultural para o Diálogo e o Desenvolvimento, 21 de maio de 2017

 

Assim como a diversidade natural é vital para sustentar os ecossistemas, a diversidade cultural é a essência de sociedades vibrantes. A diversidade cultural fornece ideias e perspectivas novas que enriquecem a nossa vida de inúmeras formas, o que nos permite crescer e prosperar juntos.

Uma sala de aula culturalmente diversa é não apenas mais inclusiva, mas também estimula a aprendizagem e os resultados dos estudantes.

Um local de trabalho culturalmente diverso é não apenas mais inovador, mas também mais produtivo e economicamente rentável.

Hoje é uma oportunidade para todos nós celebrarmos os enormes benefícios da diversidade cultural, incluindo o rico patrimônio imaterial da humanidade, assim como de reafirmar o nosso compromisso para a construção de um mundo mais pacífico, fundamentado nos valores da compreensão mútua e do diálogo intercultural. [...]

Martin Luther King Jr. uma vez disse: “A injustiça em qualquer lugar é uma ameaça à justiça em todos os lugares. Nós estamos presos em uma rede inescapável de relações mútuas, amarrados a um único tecido do destino”. Nesse espírito, eu acredito que precisamos de um novo humanismo para o século XXI, para renovar as aspirações fundamentais à justiça, à compreensão mútua e à dignidade, para guiar todas as mulheres e todos os homens.

Tomando como base os direitos humanos, a UNESCO acredita que as nossas diferenças e a nossa diversidade nos tornam mais fortes, e que o respeito à diversidade cultural é essencial para estimular o diálogo intercultural, o desenvolvimento sustentável e a paz. Enquanto trabalhamos juntos para tornar a Agenda 2030 uma realidade – e para combater as ameaças à nossa diversidade cultural –, sejamos guiados pelo espírito deste dia, com o conhecimento de que, ao abraçar a nossa diversidade cultural, poderemos costurar um “tecido do destino” mais brilhante para todos.

 

Fonte: http://www.unesco.org/new/pt/brasilia

publicado por essmo-becre às 19:17
link do post | comentar | favorito

.Citação do dia

.Catálogo On-Line

Bibliotecas do Agrupamento

.Sugestões

Quando referrimos o património cultural, há a tentação de pensar que falamos de antigualhas, de coisas do passado, irremediavelmente perdidas. Puro engano! Referimo-nos à memória viva, seja referida a monumentos, sítios, tradições, seja constituída por acervos de museus, bibliotecas e arquivos. Tratamos de conhecimentos ou de expressões da criatividade humana... Ter memória é, assim, respeitarmo-nos. Cuidar do que recebemos é dar atenção, é não deixar ao abandono. Daí a presente obra procure aliar a ideia de peregrinação, no sentido da demanda de outros lugares e de outras gentes, através da sua história, como se já fizera em "Na Senda de Fernão Mendes", à memória da cultura e da língua portuguesa, como língua de várias culturas e cultura de várias línguas. Neste Ano Europeu do Património Cultural trata-se de um apelo a que a cultura seja compromisso, cuidado, atenção e conhecimento. Fonte:"https://www.fnac.pt/"

.pesquisar

 

.Abril 2018

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
14
15
17
18
20
21
22
24
25
26
27
28
29
30

.Rádio miúdos

https://www.radiomiudos.pt/

.links

.Música

.posts recentes

. VOTEM E PARILHEM: Autores...

. Dia Mundial do Livro - qu...

. Guião de pesquisa de info...

. Guião de pesquisa de info...

. Dia Mundial do Livro e do...

. Dia Mundial do Livro 2018

. Prémio Escolar AEPC 2018

.subscrever feeds

.Visitantes

.Professor bibliotecário: ode

.tags

. todas as tags