Sábado, 29 de Junho de 2013

O Senhor Principezinho: Antoine de Saint-Exupéry

saint-exupéry

  

Antoine de Saint-Exupéry nasceu a 29 de Junho de 1900.

 

Autor de "O Principezinho", o livro mais traduzido em todo o mundo, a par da Bíblia e de "O Capital", de Karl Marx.

 

A sua morte, aos 44 anos, num acidente de aviação, ainda hoje permanece um mistério e adensou o mito à sua volta. Foi um apaixonado pela mecânica e pelos aviões. Começou a pilotar com apenas 12 anos e foi a pilotar um avião que se despenhou, alegadamente ao largo da costa de Marselha. Tinha descolando da ilha da Sardenha, a 31 de julho de 1944, em missão de reconhecimento, mas Saint-Exupéry nunca chegaria ao destino no Sul de França. Restam dúvidas quanto às possibilidades de ter sido abatido, ter tido uma falha técnica ou cometido suicídio. Deixou em terra o manuscrito inacabado de La Citadelle (1948, Cidadela), em que refletia o seu crescente interesse pela política.

 

Pilotando aviões de correio, voou através dos Andes, amealhando experiências que lhe serviram como material para um dos seus romances.

Com o encerramento do correio aéreo na Argentina, Saint-Exupéry regressou à Europa, onde passou a fazer a ponte aérea entre Casablanca e Port Étinne, bem como a exercer a profissão de piloto de ensaios para a Air France e outras companhias de aviação.

 

Com a ocupação da França pelas tropas Nacional-Socialistas alemãs, em 1940, Saint-Exupéry alistou-se na Força Aérea Francesa e, embora acabasse por ser considerado como inapto para a aviação militar por causa dos muitos ferimentos obtidos na sequência de acidentes de aviação, chegou a pilotar alguns voos de ousadia, que lhe valeram a condecoração Cruz de Guerra.

 

No mês de junho do mesmo ano, e após a assinatura do armistício pelo Marechal Pétain, Saint-Exupéry mudou-se para a França livre com a irmã, de onde partiu para os Estados Unidos.

 

Juntar-se-ia de novo, em 1943, à Força Aérea francesa baseada no Norte de África e, depois de uma aterragem duvidosa, seria declarado pelo seu comandante como demasiado velho para pilotar. Não obstante, conseguiria posterior autorização para prosseguir os seus voos militares.

 

E foi precisamente em 1943 que publicou a sua obra mais conhecida,

(O Principezinho), uma fábula infantil para adultos, traduzida para quase meia centena de línguas, das quais se inclui o Latim.

 

principezinho

 

 

Este ano, comemora-se o centésimo aniversário do lançamento do livro. Se quiseres saber mais sobre este autor, clica  aqui.

 

 

"Só se vê bem com o coração, o essencial é invisível para os olhos"

in "O Principezinho"

Saint-Exupéry , Antoine de

 

 

 

publicado por essmo-becre às 01:21
link do post | comentar | favorito

.Citação do dia

.Catálogo On-Line

Bibliotecas do Agrupamento

.Tutorial - consulta do catálogo

>

.Sugestões

«Uma das obras mais notáveis de Agustina Bessa-Luís, O Susto é um roman à clef, um romance cujas personagens são modeladas em pessoas reais. O protagonista, José Midões, é o poeta Teixeira de Pascoaes. Agustina Bessa-Luís descreve-o como uma figura excepcional, acima de todos os contemporâneos, e não esconde o fascínio que Pascoaes lhe inspira. (...) Se todos os livros têm o seu destino, o deste romance é duplo. A sua recepção por leitores e pares, e as consequências dessa acidentada recepção, tiveram efeitos consideráveis na carreira da autora, que merecem ser descritos. [...]» Do Prefácio de António Feijó Fonte:"https://www.fnac.pt/"

.pesquisar

 

.links

.Rádio miúdos

https://www.radiomiudos.pt/

.Música

.posts recentes

. Semana da Leitura 2019

. Evolucionismo | casa das ...

. MILD - Manual de Instruçõ...

. Licenças creative commons...

. Seguranet: alguns recurso...

. Internet Segura

. Dia da Internet +Segura 2...

.subscrever feeds

.Visitantes

.Professor bibliotecário: ode

.Fevereiro 2019

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
26
27
28

.tags

. todas as tags