Quinta-feira, 2 de Junho de 2011

Cuidado com os telemóveis!

Telemóveis. OMS aconselha kits de mãos livres e sms

por Marta F. Reis, Publicado em 02 de Junho de 2011  |

 

 

A Organização Mundial de Saúde não dá certezas, mas é a primeira vez que os telemóveis surgem de forma oficial como potenciais causadores de cancro. Esta semana a Agência Internacional para a Investigação do Cancro (IARC), um dos braços da OMS, classificou a exposição a campos electromagnéticos de radiofrequência como possivelmente carcinogénicos. A decisão aconselha "medidas pragmáticas" como o uso de kits mãos livres e mensagens escritas, defendeu o director do organismo Cristopher Wild.

A 20 de Maio, uma aliança internacional de investigadores dedicados ao estudo de campos electromagnéticos endereçou uma carta aberta à IARC, onde sublinhava ser "inapropriado e pouco profissional fazer avaliações tão importantes sem os dados científicos necessários estarem disponíveis". O objectivo da IEMFA era adiar a reunião de 31 especialistas da IARC, realizada em Lyon no final de Maio, e de onde sairia a nova classificação - o i apurou que o estudo completo será publicado dentro de duas semanas na revista "Lancet".

Uma das críticas da IEMFA era só estarem disponíveis metade dos resultados do estudo Interphone, que analisou a utilização de telemóvel em 6400 doentes com tumores em zonas onde a radiação dos telemóveis é absorvida (glioma, meningioma e neuroma do acústico). No anúncio desta semana, a agência revelou ter tido acesso aos resultados por publicar e adianta que a principal suspeita recai para já num risco acrescido de glioma, um cancro do sistema nervoso central. Segundo dados obtidos até 2004, quem faz pelo menos 30 minutos de chamadas por dia ao longo de dez anos parece ser 40% mais susceptível a este cancro. "Pode haver algum risco, e por isso precisamos de continuar a investigar a relação entre os telemóveis e o cancro", conclui a IARC.

Uma das primeiras reacções na comunidade internacional é que isto já está a ser feito, mas leva tempo. A par do Interphone, um dos estudos mais ambiciosos foi lançado em 2010 e envolve 2,4 milhões de utilizadores de telemóveis, que serão acompanhados por 30 anos. Dentro de cinco esperam-se resultados sobre sintomas associados ao uso do telemóvel, como dores de cabeça ou perturbações do sono. Sobre cancros, só em 2020.

Rachel Smith, uma das investigadoras do Cosmos, disse ontem ao i que a classificação da IARC "é justa, reconhece as dificuldades metodológicas dos estudos e as incertezas científicas". Para a CTIA, uma das maiores associações da indústria de telecomunicações norte-americana, faltam novas conclusões científicas e a classificação "é a mesma que em tempos a IARC deu aos pickles e ao café". Na homóloga australiana, a crítica tem a ver com a ausência de uma quantificação do risco, uma vez que já existem limites de radiação para minorar efeitos nocivos para a saúde. Em Portugal, a Direcção-Geral da Saúde reconheceu que o estudo não vem mudar nada, mantendo-se as recomendações actuais para as comunicações móveis.

Ainda assim, algo mudou. Basta lembrar o percurso do tabaco na saúde pública. Os primeiros estudos que associaram o fumo ao cancro, primeiro da boca e depois dos pulmões, foram publicados na "British Medical Journal" em 1956. A classificação de "cancerígeno" pela IARC (que só iniciaria este trabalho 1969) só surgiria 30 anos mais tarde. E só em 2002 o fumo passivo, que entretanto motivou as novas leis do tabaco, foi considerado carcinogénico. 

 

Acedido em 2 Junho 2011 em: http://www.ionline.pt/conteudo/127615-telemoveis-oms-aconselha-kits-maos-livres-e-sms

publicado por essmo-becre às 15:57
link do post | comentar | favorito

.Citação do dia

.Catálogo On-Line

Bibliotecas do Agrupamento

.Tutorial - consulta do catálogo

>

.Sugestões

Toda a poesia de Sophia de Mello Breyner Andresen, em nova edição, com inéditos da autora. A presente edição reúne toda a obra poética de Sophia de Mello Breyner Andresen, seguindo e atualizando os critérios de fixação de texto adotados nas edições anteriores, graças ao notável trabalho de Maria Andresen de Sousa Tavares e Carlos Mendes de Sousa, que assinam, respetivamente, o prefácio a esta edição, e a Nota de Edição. O presente volume inclui alguns poemas inéditos que integram o espólio da autora, em depósito na Biblioteca Nacional. [...] Fonte:"https://www.fnac.pt/"

.pesquisar

 

.links

.Rádio miúdos

https://www.radiomiudos.pt/

.Música

.posts recentes

. A Água, a poesia e a flor...

. Dia Mundial da Poesia em ...

. DIA MUNDIAL DA POESIA 201...

. "Navegações" de Sophia d...

. Dia mundial da poesia | ...

. CNC assinala ao longo do ...

. Ativismo - Amnistia Inter...

.subscrever feeds

.Visitantes

.Professor bibliotecário: ode

.Março 2019

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.tags

. todas as tags