Quarta-feira, 21 de Março de 2018

21 de março: Assinalam-se quatro datas importantes

Hoje, 21 de Março, comemora-se o Dia Mundial da Poesia, da Árvore ou da Floresta, o Dia Internacional Contra a Discriminação Racial e o do Síndrome de Down.

 

poesia2018.jpg 

110220161513-494-FLORESTA.jpg

featured-image-index.jpg

574952.png

 

Dia Mundial da Poesia foi criado na XXX Conferência Geral da UNESCO, em 16 de Novembro, de 1999. O propósito deste dia é promover a leitura, escrita, publicação e ensino da poesia através do mundo.

 

A celebração do Dia Mundial da Árvore ou da Floresta começou a 10 de Abril de 1872, na cidade do Nebraska, Estados Unidos da América.

 

Dia Internacional de Luta pela Eliminação da Discriminação Racial foi criado pela Organização das Nações Unidas (ONU) e celebra-se a 21 de Março, em referência ao Massacre de Sharpeville. Em 21 de Março de 1960, em Joanesburgo, na África do Sul, 20.000 pessoas faziam um protesto contra a Lei do Passe, que obrigava a população negra a trazer consigo um cartão que continha os locais onde era permitida a sua circulação. Porém, e mesmo tratando-se de uma manifestação pacífica, a polícia do regime de apartheid abriu fogo sobre a multidão desarmada, fazendo 69 mortos e 186 feridos.

 

Dia Internacional da Síndrome de Down foi proposto pela Down Syndrom International, como o dia 21 de Março, porque esta data se escreve como 21/3 (ou 3-21), o que faz alusão à trissomia 21. A primeira comemoração da data foi em 2006.

in http://www.vozdaplanicie.pt/noticias/11650

 

Créditos imagens:

https://www.ccb.pt/Default/pt/Programacao/LiteraturaEHumanidades?a=1356 

http://www.vozdaplanicie.pt/noticias/11650

http://www.un.org/en/events/racialdiscriminationday/ 

 https://sol.sapo.pt/artigo/554418/hoje-celebra-se-o-dia-mundial-do-sindrome-de-down

 

publicado por essmo-becre às 00:29
link do post | comentar | favorito

.Citação do dia

.Catálogo On-Line

Bibliotecas do Agrupamento

.Tutorial - consulta do catálogo

.Sugestões

Pela primeira vez, as cartas de amor de Fernando Pessoa e de Ofélia Queiroz são apresentadas em edição conjunta. Uma edição conjunta é a forma mais adequada para dar a ler uma correspondência, que pressupõe sempre um diálogo, uma interação, a existência concreta de dois interlocutores. Cada carta é, em si mesma, ou a resposta a outra carta ou pretexto para ela. Até quando o destinatário opta por não responder, de algum modo, o seu silêncio se inscreve na carta seguinte. Assim, uma relação amorosa, sustentada epistolarmente, como a de Pessoa e Ofélia, só é, na verdade, entendível quando os dois discursos se cruzam e mutuamente se refletem. Neste livro a ideia comum de que estaríamos perante um namoro platónico, sem réstia de erotismo, desfaz-se por inteiro. Vemos, enfim, surgir um Pessoa diferente do outro lado do espelho. Um Pessoa não só sujeito e manipulador da escrita, mas um Pessoa indefeso, objeto do discurso (e do afecto) de outrem, personagem de uma história real. Fonte:"https://www.wook.pt/livro/cartas-de-amor-de-fernando-pessoa-e-ofelia-queiroz-fernando-pessoa/13029623"

.pesquisar

 

.links

.Rádio miúdos

https://www.radiomiudos.pt/

.Música

.posts recentes

. Evolucionismo | casa das ...

. MILD - Manual de Instruçõ...

. Licenças creative commons...

. Seguranet: alguns recurso...

. Internet Segura

. Dia da Internet +Segura 2...

. Manual de instruções para...

.subscrever feeds

.Visitantes

.Professor bibliotecário: ode

.Fevereiro 2019

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28

.tags

. todas as tags