Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Biblioteca Escolar / Centro de Recursos da ESSMO

O importante não é onde chegas, mas o caminho que percorres.

Biblioteca Escolar / Centro de Recursos da ESSMO

O importante não é onde chegas, mas o caminho que percorres.

CNL - 2016/2017 - 2ª fase

Decorreu hoje, no Centro Cultural de Ferreira do Zêzere, a segunda fase da 11ª edição do Concurso Nacional de Leitura, este ano, pela primeira vez, com caráter intermunicipal e não distrital, como vinha sendo hábito.

Nesta prova da Região Intermunicipal do  Médio Tejo, participaram 73 alunos do 3º ciclo e do secundário, tendo o concurso sido organizado pela Biblioteca Municipal Dr. António Baião, de Ferreira do Zêzere.

Os alunos participantes nesta 2ª fase do concurso tiveram de ler  2 livros, por nível de ensino e, hoje, realizaram um teste escrito sobre estas obras, que permitiu apurar 12  finalistas  que realizaram, depois, 3 provas orais: argumentação, leitura expressiva de poesia e dramatização/encenação de provérbios.

As obras de leitura obrigatória foram:

      3º ciclo EB

  • O Anibaleitor / Rui Zink
  • A cidade dos deuses selvagens / Isabel Allende

     Ensino Secundário

  • A rapariga que roubava livros / Markus Zusak
  • Silêncio / Shusaku Endo

Imagem1.png

Este ano, como em todos os outros, aliás, a nossa escola esteve muito bem representada: a Ana Luísa Costa e o Pedro Baptista, pelo 3º CEB, e a Luísa Ruela e o Lourenço Miguel, pelo ES.

Todos eles manifestaram, de forma entusiasmada, o gosto que nutrem pelo livro e pela leitura e constituiram uma verdadeira "embaixada" da ESSMO de elevada qualidade.

Após a prova escrita, foram apurados os alunos que passaram à fase seguinte: as três categorias da prova oral.

Foi com muito orgulho que assisti às provas orais da Luísa Ruela e do Lourenço Miguel. Não tenho dúvidas em afirmar que estiveram ambos muito bem.

O Lourenço, no entanto, pela sua prestação no conjunto das três provas orais (argumentação, leitura expressiva de um poema e dramatização/encenação de um provérbio) conseguiu ficar em primeiro lugar e "sagrou-se" vencedor do concurso na sua categoria.

20170428_161834.jpg

IMG_2994.JPG

 

Os vencedores do 3º ciclo foram:

 

1º - Guilherme Marques, da Escola Básica Dr. António Chora Barroso - Torres Novas

2º - Carolina Pinheiro, do Colégio Sagrado Coração de Maria - Ourém

3º - Alexandre Romão, da Escola Básica Dr. António Chora Barroso - Torres Novas

 

Os vencedores do Secundário foram:

1º - Lourenço Madureira Miguel, da Escola Santa Maria do Olival - Tomar

2º - Jéssica marques Mateus, da escola Pedro Ferreiro - Ferreira do Zêzere

3º - Carolina Francisco, do Centro de Estudos de Fátima

 

IMG_3120.JPG

 

Os primeiros lugares irão representar o Médio Tejo na finalíssima do Concurso Nacional de Leitura que se realizará em Lisboa, em data a anunciar oportunamente.

 

Parabéns a todos.

Boa sorte para Lisboa, Lourenço.

IMG_3100.JPG

 

Miúdos a votos • Divulgação dos livros vencedores

Miúdos a votos

Em cerimónia realizada no dia 20 de abril, data escolhida pela proximidade do Dia Mundial do Livro, foram divulgados os livros preferidos das crianças e jovens portugueses.

Foram apresentados dados estatísticos desta eleição, imagens e reportagens de todo o processo e estiveram presentes alunos e professores de muitas escolas de diversas regiões do país, que, replicando uma grande variedade de ações de campanha realizadas, demonstraram a dimensão e o impacto desta iniciativa.

Para além de muitos convidados e dos representantes de todos os parceiros (Pordata, Comissão Nacional de Eleições, Plano Nacional de Leitura e Rádio Miúdos), a cerimónia com a presença dos Senhores Ministro e Secretário de Estado da Educação. Para alegria de todos, estiveram também presentes os escritores Luísa Ducla Soares, António Torrado, Pedro Seromenho e David Machado. [Galeria de fotografias]

Nas páginas do Facebook da RBE e da Visão Júnior estão disponíveis vídeos da cerimónia.


Livros mais votados
:

1.º CICLO

              

2.º CICLO

              

3.º CICLO

O principezinho

de A. de Saint-Éxupéry
 

Avozinha Gângster

de David Walliams
 

A culpa é das estrelas

de John Green

Porque é que os animais não conduzem

de Pedro Seromenho
 

Harry Potter e a Pedra Filosofal

de J. K. Rowling
 

O diário de Anne Frank

de Anne Frank

O tubarão na banheira

de David Machado
 

O principezinho

de A. de Saint-Éxupéry
 

O rapaz do pijama às riscas

de John Boyne

 

 

 

 

 

 

 

 

Dia Mundial do Livro e do Direito de Autor • Apresentação pública do PNL 2027

bad_dia_livro_A3-1-600x849.jpg

Em 1995, no decurso da 28ª Conferência Geral, a UNESCO declarou o dia 23 de Abril como Dia Mundial do Livro e do Direito de Autor.

A escolha da data tem por base a lenda catalã de S. Jorge, cujo dia se comemora precisamente a 23 de abril. Segundo a lenda, São Jorge matou o dragão que atemorizava o povo, e do sangue do dragão nasceu uma rosa que o santo deu de presente à sua princesa. Por isso, nesta data manda a tradição que os cavalheiros ofereçam uma rosa vermelha às suas damas. Em troca, estas devem oferecer-lhes um livro.

Assinala-se também neste dia a morte de dois dos mais famosos escritores de sempre: William Shakespeare e Miguel de Cervantes, no ano de 1616.

Por todo o mundo se comemora esta data com iniciativas ligadas à leitura, aos livros e ao acesso à informação e ao conhecimento. A BAD associa-se às comemorações do Dia Mundial do Livro e do Direito de Autor com a publicação do cartaz comemorativo que hoje divulgamos.

A [Biblioteca] deseja a todos um Feliz Dia Mundial do Livro!  

Fonte: http://www.bad.pt/

 

 

top_diamundiallivro2017.jpg

 

Em 2017 a DGLAB decidiu, no dia 23 de abril, associar a comemoração do Dia Mundial do Livro à dos 150 Anos da Abolição da Pena de Morte em Portugal, o que justifica o tema do cartaz da autoria de Cristina Sampaio e o lema "Faça da leitura uma causa de vida".

Esta data também é assinalada este ano pela cerimónia de apresentação pública da nova etapa do Plano Nacional de Leitura para 2017-2027 (PNL 2027), que decorrerá ​no próximo domingo na Biblioteca Municipal Almeida Garrett, no Porto, pelas 11h30.

"O PNL 2027 visa apoiar e fomentar programas especialmente vocacionados para favorecer a integração social através da leitura, em diferentes suportes; a formação dos diferentes segmentos da população - crianças, jovens e adultos; a inclusão de pessoas com necessidades específicas; o desenvolvimento articulado de uma cultura científica, literária e artística; e, ainda, o acesso ao saber e à cultura com recurso às tecnologias de informação e comunicação. … Para este fim, concorrem diretamente o Programa de Promoção da Leitura, a Rede de Centros de Ciência Viva, a Rede Nacional de Bibliotecas Públicas, a Rede de Bibliotecas Escolares e as bibliotecas das instituições do ensino superior" (PNL - Apresentação).

 

Fonte: http://www.rbe.min-edu.pt/np4/1922.html

 

 

 

22 de Abril - Dia Internacional da TERRA

Dia Internacional da Terra
Regina Gouveia
 
 
Dia Internacional da Terra

Em 12 de abril de 1961, o jovem cosmonauta russo Yuri Gagarin (1934-1968), a bordo da nave Vostok-1, foi o primeiro humano a viajar pelo Espaço. A missão, uma volta em torno da Terra numa órbita a 315 km de altitude, durou 1 hora e 48 minutos. Comentou, fascinado: "A Terra é azul!".
A partir desta primeira missão espacial, muitas outras se têm sucedido.

Em 1990, a pedido do astrofísico e escritor Carl Sagan, a sonda Voyager 1 foi programada para obter várias fotografias do Sistema Solar. Uma delas mostra a Terra vista à distância de 6 mil milhões de km.

A propósito da referida foto Carl Sagan escreveu:
        A Terra é um palco muito pequeno em uma imensa arena cósmica. (...) é um
        espécime solitário na grande e envolvente escuridão cósmica (...) um pálido
        ponto azul. (...) Gostemos ou não, por enquanto, a Terra é o único lugar
        onde podemos viver (...)

Carl Sagan

Para além de ser o nosso lar, o nosso planeta é extremamente belo.
        Quem nunca se extasiou perante a beleza de um pôr do sol? Gosto muito
        do pôr do sol. Vamos ver um... Um dia eu vi o pôr do sol quarenta e três vezes!


Antoine de Saint-Exupéry, O Principezinho

Para além da beleza do pôr do sol, dos glaciares, do céu, do arco-íris, temos uma natureza pródiga na sua diversidade animal, vegetal e mineral, em montes e planícies, em rios e mares... Somos uns privilegiados.

Daí a nossa grande responsabilidade de preservar e estimar o único lar que conhecemos, este pálido ponto azul.

No dia 22 de abril de 1970, foi criado, pelo senador norte-americano Gaylord Nelson o Dia da Terra. Foi reconhecido pela ONU em 2009 que instituiu o referido dia como o Dia Internacional da Terra.

O objetivo principal deste dia é consciencializar todos os povos sobre a importância e a necessidade de conservar os recursos naturais do planeta e defender a harmonia entre todos os seres vivos. Só assim será possível assegurar às gerações presentes e futuras qualidade de vida ambiental, social, económica, cultural, estética.
 
Fonte: https://www.portoeditora.pt/espacoprofessor/

Revista "AdolesCiência"

adolesCiencia.PNG

“A revista AdolesCiência foi fruto da necessidade de um espaço que ajudasse a desenvolver nos jovens a procura de conhecimento sério, o espírito científico, o respeito pela autoria e as competências de leitura e escrita, contribuindo para a literacia informacional e digital. Para tal, propunha-se publicar e difundir textos originais e inéditos resultantes da pesquisa científica ou de revisão de literatura e recensões críticas”.

É propriedade da Escola Superior de Educação de Bragança e está orientada para a divulgação de reflexões e investigações realizadas por jovens do ensino básico e secundário ou por alunos dos Cursos de Especialização Tecnológica e Licenciatura em coautoria com os mais novos, providenciando aos alunos a oportunidade de expressarem as suas perspetivas sob um ponto de vista científico nas mais diversas áreas do conhecimento. Trata-se de uma publicação electrónica de carácter multidisciplinar, com arbitragem científica independente e disponí­vel em acesso aberto.

A Rede de Bibliotecas Escolares está representada através da presença de vários dos seus elementos nos conselhos de redação, científico e editorial da revista.

Neste número (pp. 129-133), publica-se uma entrevista à Coordenadora Nacional da RBE.

Está agora aberto o período de submissão de trabalhos para a 5.ª edição da AdolesCiência, que decorre até 31 de dezembro de 2017.

Os professores bibliotecários devem aproveitar esta oportunidade para incentivarem alunos e professores do 3.º ciclo e, sobretudo, do ensino secundário, no sentido de produzirem artigos com rigor científico e obedecendo às orientações expressas nas normas editoriais desta revista que os prepara para o mundo universitário. 

Fonte: http://www.rbe.mec.pt

 

 

Pág. 1/3