Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Biblioteca Escolar / Centro de Recursos da ESSMO

O importante não é onde chegas, mas o caminho que percorres.

Biblioteca Escolar / Centro de Recursos da ESSMO

O importante não é onde chegas, mas o caminho que percorres.

Citação do dia

10 SITES ÚTEIS PARA E-BOOKS E OUTROS CONTEÚDOS DIGITAIS

Chegou-me, através do blog de Angelina Pereira,  http://bibliotecasemrede.blogspot.com/, informação sobre estes sites. Não estando em português, poderão ser muito úteis.

Valem uma espreitadela.

 










Clicar sobre as imagens para as hiperligações.

Mais uma vez os EXAMES

Calendário de exames e prazos de inscrição

Calendário de Exames 2011
Foi publicado, no Diário da República n.º 21, 2.ª série, de 31 de Janeiro, o Despacho n.º 2237/2011, que estabelece o calendário dos exames nacionais a realizar em 2011, bem como o prazo de inscrição para as situações em que a mesma é necessária.

A calendarização e os prazos definidos referem-se a:

 

-Exames nacionais nas disciplinas de Língua Portuguesa e de Matemática do 3.º ciclo do Ensino Básico e nas disciplinas dos cursos do Ensino Secundário;

 

-Exames de equivalência à frequência dos 2.º e 3.º ciclos do Ensino Básico;

 

-Provas de equivalência à frequência das disciplinas dos cursos do Ensino Secundário.

 

Para mais informações, nomeadamente consulta do Despacho n.º 2237/2011, de 31 de Janeiro, e calendário constante dos respectivos anexos, consultar a página do Ministério da Educação.

 

 

04-02-2011

Fonte: Portal das Escolas com Ministério da Educação
 

Viagem ao Tempo dos Trovadores

 

 

 

Os Professores de Português do 10º ano, Ana Paula Duarte, Lina Damásio, Maria do Céu Baião e Rui Machado, em colaboração com a Biblioteca Escolar, decidiram levar a efeito esta viagem que pretende ser um tributo à poesia trovadoresca e à influência que teve na lírica camoniana.

 

“Primitivamente a poesia andava sempre associada ao canto. O poeta inventava a letra e a música e cantava o poema diante dos ouvintes. Às vezes, porém, o autor da letra pouco ou nenhum jeito tinha para cantar e então encarregava disso um habilidoso. Por tal motivo é que cantores, instrumentistas e bailarinos completavam frequentemente o conjunto.

O trovador era o poeta, quase sempre fidalgo, que compunha a letra e a música das canções amorosas e satíricas.”

 Barreiros, António José (1996). História da Literatura Portuguesa. Vol.1. Braga. Bezerra Editora

 

O tema ou motivo dominante das poesias trovadorescas de influência provençal é sempre o amor.

Daí ter-se escolhido este dia, 14 de Fevereiro, comercialmente “eleito” dia dos namorados e, por conseguinte, “do amor”, para esta viagem ao mundo dos trovadores.

 

E Camões , que não é só “Os Lusíadas”, elegeu o amor como um dos temas da sua vasta obra.

Da poesia trovadoresca herdou a tradição do amor cortês, que é ele mesmo uma derivação platónica que coloca a dama num patamar ideal, jamais atingível.

 

Do programa, salientamos:   

Sessão teórica, de contextualização da problemática, orientada pelo professor de História da escola, Dr. Fernando antos, e pela mestranda da Universidade Nova de Lisboa, Ana Raquel

 

Poesia lida,  cantada e dançada

 

Venda de doces conventuais

 

Venda de postais com composições trovadorescas

 

Exposição de livros e cartazes na Biblioteca

 

Projecção de trabalhos de alunos

 

Música medieval

  

 

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.