Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Biblioteca Escolar / Centro de Recursos da ESSMO

O importante não é onde chegas, mas o caminho que percorres.

Biblioteca Escolar / Centro de Recursos da ESSMO

O importante não é onde chegas, mas o caminho que percorres.

Prémio Nacional de Leitura

Foram já apuradas as finalistas a nível de escola do "Prémio Nacional de Leitura" de 2008.

 

No escalão "Ensino Básico",  as vencedoras foram:

 

Marta Marques

Marta Marques

nº.21 - 8ºA

Com o livro "Diário de Anne Frank"

 

Vanessa Domingos

Vanessa Marques Domingos

nº. 28 - 7ºA

Com o livro "A  Lua de Joana" de M. Teresa Gonzales

 

 

No escalão "Ensino Secundário",  as vencedoras foram:

 

Inês Fernandes

Inês Cristina Ferreira Fernandes

nº.11 - 10ºB

Com o livro "O Ceptro de Aerzis - Livro 1" de Inês Botelho

 

Maria João Pinto

Maria João Pinto

 

nº. 28 - 10ºB

Com o livro "O Principezinho" de Antoine de Saint-Exupéry

 

Os nossos sinceros parabéns às vencedoras desta primeira etapa e os votos de que consigam, com o seu trabalho e comptência, chegar o mais longe possível.

 

Uma palavra também de incentivo a todos os outros alunos que participaram.

 

 

O Mar - The Sea

BOKER PRIZE 2005
Um romance luminoso sobre o amor, a perda e o poder imprevisível da memória.


O MarQuando Max Morden regressa à pequena cidade onde passou férias na infância, está a tentar escapar a uma perda recente e, inadvertidamente, a confrontar um trauma antigo. Este vai ser também um regresso ao lugar onde conheceu a família Grace, que lhe deu a conhecer o amor e a dor, o sexo e a morte, em suma, os inesperados da vida...
Nesse Verão distante, os Grace apareceram na sua vida como que vindos de outro mundo. Este sofisticado casal, em nada parecido com os outros adultos que ele conhecia, fascina-o. Mas vão ser as filhas do casal, as gémeas Myles e Chloe, que mais o cativam. Ele acabou por conhecê-las de uma forma confusa e até íntima, e o que aconteceu então vai ensombrá-lo para o resto da sua vida e moldar todos os passos que der.
Entrelaçadas com esta história estão as mem?rias que Morden tem de Anna, a sua mulher - da sua vida em comum, da sua morte -, e os momentos que compõem a sua vida actual: a sua relação com Claire, a filha já adulta, os outros hóspedes do hotel, e sempre o olhar que teima em fixar-se num passado que bate como "um segundo coração".

na contracapa

 

John BanvillleJohn Banville


John Banville nasceu em Wexford, na Irlanda, em 1945. O seu primeiro romance, Long Lankin, foi publicado em 1970. Entre os seus outros livros, incluem-se Doutor Copérnico (vencedor do Prémio James Tait Black Memorial em 1976), Kepler (vencedor do Prémio para Ficção do The Guardian em 1981) e o Livro da Confissão (finalista do Booker Prize em 1989). Recebeu ainda um prémio literário da Fundação Lannan. Vive actualmente em Dublin.

na contracapa

Ponto de Pérola

Ponto de PérolaEmma foi sempre uma rapariga bastante desorganizada, mas nem mesmo ela acreditava poder perder o amor da sua vida apenas três dias depois de o ter encontrado. Licenciada em História, Emma é uma aspirante a pasteleira que trabalha na Pastelaria Delacroix, casa requintada e prestigiada que, devido a uma crise financeira, corre o risco de acabar nas mãos de uma cadeia de fast-food. A única esperança de inverter a situação reside no maior acontecimento internacional na área da pastelaria, o concurso Uma Estrela para o Natal, para o qual a jovem está destacada graças à inesperada invenção de um soberbo doce de pêra. A ajudá-la vão estar Bianca – que acalenta o sonho de se tornar milionária; Tinco, um jovem estagiário que faz dos piercings e tatuagens a sua imagem de marca; Camelia, que se apaixona sem dificuldades por qualquer homem que se atravesse à sua frente e cujo único problema reside num livro de receitas que seu avô lhe deixou, escrito num código misterioso; e a signora Elena, cuja paixão pelo patrão dura há três décadas e a leva a fazer o impensável… E há, claro, Andrea, a grande paixão da sua vida, que a mimou com um significativo presente de amor – a receita da Verdadeira Mousse de Chocolate – pouco antes de a trocar por uma actriz de cinema…

in Contracapa

 
Stefania BertolaSTEFANIA BERTOLA é tradutora, encenadora, argumentista e foi durante muitos anos autora e locutora radiofónica na "RAI Radio Due". Escreveu diversos livros, entre eles "A Abelha do Amor". As suas histórias centram-se em mulheres modernas, seguras de si próprias, autónomas, que trabalham, conseguem viver sozinhas, mas para as quais o amor continua a desempenhar um papel fundamental.

in Contracapa

Cal

CalCAL reúne textos de natureza diversa (3 poemas, 17 contos, 1 peça de teatro), ancorados num espaço rural e na vivência e memória dos mais velhos. Aqui, a experiência da duração, da continuidade, funde-se com o sonho e com a loucura, num tempo fora do tempo. Como um «fio puríssimo de luz», uma «ausência presente» atravessa os gestos e as emoções destas figuras. Em cumplicidade com a morte, a vida torna-se mais límpida, talvez mais pura. A luz, como «treva visível» - força redentora das suas personagens -, é certamente um dos fios condutores de CAL.

Parte dos textos incluídos neste livro tiveram uma publicação limitada na imprensa escrita. Os poemas «Olhe os seus netos. Eles hão-de querer que o avô», «As mulheres de 80 anos sentam-se em todas as cadeiras» e «A gente corremos pelas ruas da vila» são aqui publicados pela primeira vez. A peça "À Manhã" foi estreada no Teatro São Luiz, em Lisboa, em Janeiro de 2006 e reposta em 2007, com encenação de Natália Luíza e Miguel Seabra.

in http://www.portaldaliteratura.com/livros.php?livro=4189
 


José Luís PeixotoJosé Luís Peixoto nasceu em 1974 (Galveias, Ponte de Sor). Licenciado em Línguas e Literaturas Modernas (Inglês e Alemão) pela Universidade Nova de Lisboa. Tem publicado poesia e prosa. Recebeu o Prémio Jovens Criadores (área de literatura) nos anos 97, 98 e 2000. Em 2001, o seu romance «Nenhum Olhar» recebeu o Prémio Literário José Saramago. Está representado em diversas antologias de prosa e de poesia nacionais e estrangeiras. É colaborador de diversas publicações nacionais e estrangeiras. Em 2005, escreveu as peças de teatro «Anathema» (estreada no Theatre de la Bastille, Paris) e «À Manhã» (estreado no Teatro São Luiz, Lisboa). Os seus romances estão publicados em França, Itália, Bulgária, Turquia, Finlândia, Holanda, Espanha, República Checa, Croácia, Bielo-Rússia e Brasil. Estando actualmente em preparação edições no Reino Unido, Hungria e Japão.

in http://www.joseluispeixoto.net/bio.htm

1º Prémio - Flávia Santos

Diário de Anne Frank após a descoberta do esconderijo a 4 de Agosto de 1944

 Querida Kitty:
 
Hoje, 5 de Agosto de 1944, eu e muitos mais judeus estamos dentro de um grande comboio que, segundo dizem, nos vai levar a um campo de concentração – “Aushwitz”. Tenho medo do que possa acontecer. Estou assustada e não entendo para quê tudo isto.
 
7 de Setembro
 
Chegámos agora a um campo, é horrível! Cortaram-nos o cabelo e obrigaram-nos a andar sem roupa! Aqui está muito frio e não consigo parar de tremer…
Estou com a minha mãe e com Margot, revistaram-nos e tiraram-nos todos os nossos bens. Tive de dizer que tinha 16 anos para não me levarem apara a câmara de gás.
 
10 de Setembro
 
Obrigaram-nos a trabalhar arduamente e não vejo o meu pai, nem sei onde ele está, nem se está bem…
Os nazis são duros para nós e matam uma pessoa logo que ela esteja um pouco doente.
 
20 de Novembro
 
Querida Kitty, já faz algum tempo que mudei para o campo de Bergen Berson. Hoje, Lies, uma grande amiga minha que conseguiu escapar, trouxe-me comida, mas vou dá-la à minha irmã, porque ela está muito doente, mas como estas pessoas têm tanta fome, roubaram-me!
Já sinto piolhos a andar pelo meu corpo. Isto é o Inferno!
 
14 de Dezembro
 
Sinto-me cansada. A pouca comida que me dão eu dou a Margot. Tenho saudades da minha família e do Peter!
Por isso, querida Kitty, minha fiel amiga, se eu nunca mais falar contigo, peço desculpa; é porque estou muito cansada e já não aguento estar aqui a ver a minha irmã tão doente e a sofrer.

Pág. 1/2