Sexta-feira, 9 de Outubro de 2009

Prémio Nobel da Paz 2009

  

Barack Obama laureado com o prémio Nobel da Paz 2009
 
 Barack Obama laureado com o prémio Nobel da Paz 2009
 
 
 
Um prémio que vem reforçar a sua imagem de líder mundial, depois de ter sido já eleito presidente dos Estados Unidos sob o signo da esperança, sucedendo a um período conturbado de guerras que marcaram a era Bush.
A sua nomeação constitui uma verdadeira surpresa, uma vez que o seu nome não constava na lista dos possíveis laureados.
O anúncio foi efectuado esta manhã (dia 9 de Outubro) em Oslo e justificado como sendo atribuído a um homem que muito se esforça para unir os povos.
A decisão da organização visa distinguir o «extraordinário esforço» de Obama no «fortalecimento da diplomacia» e para a cooperação internacional. “Enquanto presidente, Obama criou um clima diplomático multilateral e recentrou o papel da Nações Unidas. Ele privilegia o dialogo e as negociações para resolver os conflitos mais difíceis”.
A entrega do prémio, no valor de 10 milhões de coroas suecas, um milhão de euros, é feita tradicionalmente no dia 10 de Dezembro, dia em que Alfred Nobel morreu.
Em 1906 Theodore Roosevelt fora já galardoado com o mesmo prémio.
Copyright © 2009 euronews
 
 
Obama diz que não merecia o Nobel da paz mas promete saber usá-lo

Obama diz que não merecia o Nobel da paz mas promete saber usá-lo

09/10/09 19:54

 

Há um ano, a ascensão política de Barack Obama reacendeu no resto mundo a esperança de mais democracia e mais diálogo internacional.

Para o lauraedo Nobel da Paz 2009 é a consagração desta esperança que lhe valeu a atribuição do prémio e não a obra em prol da paz.
“Deixem-me ser claro! Não vejo este reconhecimento pelas minhas próprias realizações mas antes pela afirmação da América como líder na promoção das aspirações dos povos e das nações. Para ser honesto, sinto que não merecia ser posto ao nível de figuras que revolucionaram e transformaram o mundo e que receberam este prémio, homens e mulheres que me inspiraram e inspiram o mundo a procurar a paz. Aceito este prémio como um apelo à acção e apelo a todas as nações que aceitem este desafio comum para este século”.

Uma declaração de humildade que pode aplacar alguma polémica sobre as razões que levaram a academia sueca a dar-lhe o Nobel.

Este galardão poderá também atenuar as dificuldades de Obama para se impor no plano interno.

Copyright © 2009 euronews

 

publicado por essmo-becre às 14:44
link do post | comentar | favorito

.Citação do dia

.Catálogo On-Line

Bibliotecas do Agrupamento

.Tutorial - consulta do catálogo

>

.Sugestões

Toda a poesia de Sophia de Mello Breyner Andresen, em nova edição, com inéditos da autora. A presente edição reúne toda a obra poética de Sophia de Mello Breyner Andresen, seguindo e atualizando os critérios de fixação de texto adotados nas edições anteriores, graças ao notável trabalho de Maria Andresen de Sousa Tavares e Carlos Mendes de Sousa, que assinam, respetivamente, o prefácio a esta edição, e a Nota de Edição. O presente volume inclui alguns poemas inéditos que integram o espólio da autora, em depósito na Biblioteca Nacional. [...] Fonte:"https://www.fnac.pt/"

.pesquisar

 

.links

.Rádio miúdos

https://www.radiomiudos.pt/

.Música

.posts recentes

. A Água, a poesia e a flor...

. Dia Mundial da Poesia em ...

. DIA MUNDIAL DA POESIA 201...

. "Navegações" de Sophia d...

. Dia mundial da poesia | ...

. CNC assinala ao longo do ...

. Ativismo - Amnistia Inter...

.subscrever feeds

.Visitantes

.Professor bibliotecário: ode

.Março 2019

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.tags

. todas as tags