Terça-feira, 13 de Junho de 2017

Fernando Pessoa: poeta e escritor por vocação

E porque hoje é o aniversário natalício de Fernando Pessoa ...

fernando-pessoa-ensinaRTP.PNG

 http://ensina.rtp.pt/artigo/fernando-pessoa/ 

publicado por essmo-becre às 12:10
link do post | comentar | favorito
|
Segunda-feira, 13 de Junho de 2016

13 de junho

1908 - nasce, na noite Sto António, já madrugada deste dia 13 de junho, Maria Helena Vieira da Silva, pintora figurativa e abstracta portuguesa radicada em França, considerada, por muitos, uma das mais importantes pintoras europeias da segunda metade do século XX. Mais informação aqui.

Maria_Helena_Vieira_da_Silva_-_Self-portrait.jpg

Autoretrato, 194213802.jpg

 

 

 

 

 

 

 

 

                                                                                                                                                                                             A biblioteca em fogo, 1974

 

 

1888 - neste ano, a 13 de junho, nasce, em Lisboa, Fernando Pessoa. E, até hoje, mantém-se vivo através da sua vasta, intensa e portentosa obra. Saiba mais, vendo um vídeo aqui.

 

216_2310-Fernando-Pessoa.jpg

 Fotografia de Fernando Pessoa, 1914

1507-1 (1).jpg

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

1231 - morre, a 13 de junho, em Arcella, perto de Pádua, na Itália, Santo António (é por essa razão que 13 de junho passou a ser Dia de Santo António), nascido, por volta de 1195, com o nome de Fernando de Bulhões. Para saber um pouco mais, clique aqui ou aqui.

 6.jpg

 Santo António, no Museu Nacional de Arte Antiga.

 in Língua Portuguesa com Acordo Ortográfico [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2016.

[consult. 2016-06-13 23:05:58]. Disponível na Internet:

 

 

Fontes:

http://enciclopedia.itaucultural.org.br/pessoa9819/vieira-da-silva

http://gulbenkian.pt/cam/collection-item/la-bibliotheque-en-feu-a-biblioteca-em-fogo-147130/

http://observador.pt/explicadores/tudo-o-que-precisa-de-saber-sobre-o-santo-antonio/01-quem-foi-santo-antonio/

http://www.fnac.pt/Tabacaria-Fernando-Pessoa/a737164

http://www.infopedia.pt

http://www.snpcultura.org/imagens/santos_beatos_portugal/6.jpg

https://commons.wikimedia.org/wiki/File:216_2310-Fernando-Pessoa.jpg

https://en.wikipedia.org/wiki/Maria_Helena_Vieira_da_Silva

 

 

publicado por essmo-becre às 22:13
link do post | comentar | favorito
|
Segunda-feira, 21 de Março de 2016

Dia Mundial da Poesia 2016

O Dia Mundial da Poesia, celebra-se a 21 de março, tendo sido criado na 30ª Conferência Geral da UNESCO a 16 de novembro de 1999.

O Dia Mundial da Poesia celebra a diversidade do diálogo, a livre criação de ideias através das palavras, da criatividade e da inovação. A data visa fazer uma reflexão sobre o poder da linguagem e do desenvolvimento das habilidades criativas de cada pessoa. Neste dia realizam-se várias atividades pelo país, sobretudo nas escolas, bibliotecas e espaços culturais.

A poesia contribui para a diversidade criativa, usando as palavras e os nossos modos de perceção e de compreensão do mundo.

Imagem1.png

 

Poesia em Portugal

A história portuguesa apresenta muitos poetas cuja obra literária é mundialmente conhecida. Luís de Camões, Fernando Pessoa, António Nobre, Florbela Espanca, José Régio, Natália Correia, Eugénio de Andrade, Cesário Verde, Miguel Torga, Sophia de Mello Breyner Andersen, são alguns dos poetas portugueses mais conhecidos.

 

 

Hoje, dia 21 de março, assinala-se igualmente o Dia Internacional das Florestas!

"Florestas e água" é o tema para 2016!

Fontes:

http://umcantinhodomeueu.blogspot.pt/

http://users.isr.ist.utl.pt/~cfb/VdS/

http://www.calendarr.com/

http://www.icnf.pt/portal

 

publicado por essmo-becre às 17:57
link do post | comentar | favorito
|
Sábado, 13 de Junho de 2015

Fernando Pessoa - aniversário natalício

 

FernandoPasseoa-3.PNG

 

13 de Junho de 1888

Nasce o poeta, ficcionista, dramaturgo, filósofo, prosador, Fernando Pessoa [...] inequivocamente, a mais complexa personalidade literária portuguesa e europeia do século XX.

 

Não conseguimos deixar de transcrever Inês Pedrosa:

«A minha pátria é a língua portuguesa», escreveu, profeticamente, Fernando Pessoa. O seu génio expressou-se também, inúmeras vezes, em língua inglesa – mas aquele que viria a tornar-se o mais internacional dos escritores portugueses sabia que cada língua tem a sua cor, a sua luz e a sua música própria, e que a arte da escrita consiste em levar para lá dos limites convencionais os dons expressivos de cada língua. A sua primeira originalidade foi essa: a de se entregar ilimitadamente à sua língua, sem complexos de mando nem de escravo. Por isso escreveu sobre o conhecido e o desconhecido, o alto e o baixo, a estética e o comércio, a política e a astrologia. Criou uma constelação de heterónimos e semi-heterónimos – incluindo uma extraordinária Maria José – que lhe permitiram explorar, visceralmente, as mais diversas possibilidades do ser. E foi, evidentemente, um poeta inultrapassável – o tempo paralisa-se diante dos seus textos, sempre inscritos numa verdade futura. Semeador de papéis com um único livro publicado em vida («Mensagem»), sonhador de impossíveis que jamais se deixou esmagar pela monótona incompreensão do seu tempo, Fernando Pessoa deixou uma obra múltipla e incisiva, que continua a surpreender-nos, a seduzir-nos e, acima de tudo, a desafiar-nos a quebrar as fronteiras do corpo e da alma, da vida e do sonho, da reflexão e dos sentimentos. Uma obra absolutamente universal.


Inês Pedrosa

 

Fontes:

http://casafernandopessoa.cm-lisboa.pt/index.php?id=4281

http://www.infopedia.pt/$fernando-pessoa

 

 

 

 

publicado por essmo-becre às 17:29
link do post | comentar | favorito
|
Sexta-feira, 13 de Junho de 2014

Fernando Pessoa (1888-1935): aniversário do seu nascimento

 

 

Hoje, dia 13 de Junho celebram-se os 126 anos do nascimento de Fernando Pessoa. Provavelmente o autor português mais traduzido, deixou inédito um extenso legado que só progressivamente tem sido dado a conhecer ao público, fruto do dedicado, persistente e paciente trabalho de gerações de pessoanos. Muito se tem publicado, desde o trabalho pioneiro de Adolfo Casais Monteiro, em 1942, mas a análise atenta do espólio de Pessoa (cerca de 27.000 documentos à guarda da Biblioteca Nacional de Portugal) ainda permite (e irá permitir) ocasionais descobertas de materiais inéditos, sejam textos poéticos, de ensaio, ou pensamentos soltos.

Se em grande medida viveu para a escrita, as circunstâncias nunca lhe permitiram viver da escrita, de que é sintomática a forma como, em Março de 1935 - o ano da sua morte - se autodefine: “A designação mais própria será «tradutor», a mais exacta a de «correspondente estrangeiro em casas comerciais». O ser poeta e escritor não constitui profissão, mas vocação.”

Vocação que assumiu como desígnio, e sentindo que a sua voz era insuficiente para o cumprir, criou a voz de outros, nascendo desta forma o intrincado universo heteronímico de Pessoa - onde pontuam Alberto CaeiroÁlvaro de Campos e Ricardo Reis - e que constitui um dos traços mais marcantes da originalidade e genialidade do autor.

Trabalhou para o reconhecimento. "I know not what tomorrow will bring", consta ter sido a última frase escrita pelo seu punho. Pois bem: o amanhã haveria de trazer-lhe a aclamação universal.

 

 

 Pode ainda ler, aqui, a nota biográfica de Fernando Pessoa, da autoria de João Oliveira.

 

Fonte:  http://hemerotecadigital.cm-lisboa.pt/EFEMERIDES/FernandoPessoa/FernandoPessoa.htm

 

Para conhecer as obras que, de e sobre o autor, pode encontrar na biblioteca, clique na imagem seguinte que o levará até ao nosso catálogo.

 

 

 

125 Anos: Na ilustração de Pedro Vieira

 

 

 

 

publicado por essmo-becre às 09:21
link do post | comentar | favorito
|

.Citação do dia

.Catálogo On-Line

Bibliotecas do Agrupamento

.Sugestões

"O enredo tece-se em torno da trajectória de um médico psiquiatra, desde o início da manhã, quando inicia o seu trabalho no Hospital Miguel Bombarda, até às 5 da madrugada do dia seguinte, no seu apartamento do Monte Estoril. Entre o início e o fim do eixo narrativo, sucedem-se episódios que constituem o quotidiano do médico no decorrer desse dia. O primeiro livro de um autor que ao longo dos anos se impôs como um nome cimeiro na literatura portuguesa."

Fontes:http://www.fnac.pt/

.pesquisar

 

.Setembro 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
14
15
16
17
18
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.links

.Música

.posts recentes

. Fernando Pessoa: poeta e ...

. 13 de junho

. Dia Mundial da Poesia 201...

. Fernando Pessoa - anivers...

. Fernando Pessoa (1888-19...

. Porque hoje se fala disto...

. Fernando Pessoa

.subscrever feeds

.Visitantes

.Professor bibliotecário: ode

.tags

. todas as tags