Sexta-feira, 13 de Junho de 2014

Fernando Pessoa (1888-1935): aniversário do seu nascimento

 

 

Hoje, dia 13 de Junho celebram-se os 126 anos do nascimento de Fernando Pessoa. Provavelmente o autor português mais traduzido, deixou inédito um extenso legado que só progressivamente tem sido dado a conhecer ao público, fruto do dedicado, persistente e paciente trabalho de gerações de pessoanos. Muito se tem publicado, desde o trabalho pioneiro de Adolfo Casais Monteiro, em 1942, mas a análise atenta do espólio de Pessoa (cerca de 27.000 documentos à guarda da Biblioteca Nacional de Portugal) ainda permite (e irá permitir) ocasionais descobertas de materiais inéditos, sejam textos poéticos, de ensaio, ou pensamentos soltos.

Se em grande medida viveu para a escrita, as circunstâncias nunca lhe permitiram viver da escrita, de que é sintomática a forma como, em Março de 1935 - o ano da sua morte - se autodefine: “A designação mais própria será «tradutor», a mais exacta a de «correspondente estrangeiro em casas comerciais». O ser poeta e escritor não constitui profissão, mas vocação.”

Vocação que assumiu como desígnio, e sentindo que a sua voz era insuficiente para o cumprir, criou a voz de outros, nascendo desta forma o intrincado universo heteronímico de Pessoa - onde pontuam Alberto CaeiroÁlvaro de Campos e Ricardo Reis - e que constitui um dos traços mais marcantes da originalidade e genialidade do autor.

Trabalhou para o reconhecimento. "I know not what tomorrow will bring", consta ter sido a última frase escrita pelo seu punho. Pois bem: o amanhã haveria de trazer-lhe a aclamação universal.

 

 

 Pode ainda ler, aqui, a nota biográfica de Fernando Pessoa, da autoria de João Oliveira.

 

Fonte:  http://hemerotecadigital.cm-lisboa.pt/EFEMERIDES/FernandoPessoa/FernandoPessoa.htm

 

Para conhecer as obras que, de e sobre o autor, pode encontrar na biblioteca, clique na imagem seguinte que o levará até ao nosso catálogo.

 

 

 

125 Anos: Na ilustração de Pedro Vieira

 

 

 

 

publicado por essmo-becre às 09:21
link do post | comentar | favorito
|

.Citação do dia

.Catálogo On-Line

Bibliotecas do Agrupamento

.Sugestões

"O enredo tece-se em torno da trajectória de um médico psiquiatra, desde o início da manhã, quando inicia o seu trabalho no Hospital Miguel Bombarda, até às 5 da madrugada do dia seguinte, no seu apartamento do Monte Estoril. Entre o início e o fim do eixo narrativo, sucedem-se episódios que constituem o quotidiano do médico no decorrer desse dia. O primeiro livro de um autor que ao longo dos anos se impôs como um nome cimeiro na literatura portuguesa."

Fontes:http://www.fnac.pt/

.pesquisar

 

.Outubro 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.links

.Música

.posts recentes

. Concurso Slogans alimenta...

. Prémio Nobel da Literatur...

. Como aceder ao catálogo b...

. Perfil dos alunos à saída...

. Teresa Calçada disserta s...

. NOVO ANO LETIVO

. Mia Couto 

.subscrever feeds

.Visitantes

.Professor bibliotecário: ode

.tags

. todas as tags