Sábado, 16 de Abril de 2011

Aniversário de Chaplin: muito mais que um simples aniversário.

Hoje, dia 16 de Abril, celebra-se a data de nascimento (1889) deste eterno ser humano: Charlie Chaplin.

 

Se o associamos de imediato a filmes mudos e, principalmente, a filmes cómicos, há filmes em que Charlie Chaplin fala, havendo, por trás de todos eles, um fundo inspirador para a direcção do filme das nossas vidas.

 

Este, The Great Dictator ou O Grande Ditador, primeiro filme falado de Chaplin, é um filme americano de 1940, do género comédia, dirigido pelo próprio Charles Chaplin. Foi lançado em 15 de outubro de 1940 e satiriza o nazismo, o fascismo e os seus maiores defensores, Adolf Hitler e Benito Mussolini.

 

Mas há muito mais para além da sátira e da "comicidade" de algumas cenas. O discurso final do protagonista ( papel desempenhado por Chaplin) leva-nos a pensar.

 

"Pensamos demasiadamente. Sentimos muito pouco. Necessitamos mais de humildade do que de máquinas. Mais de bondade e ternura do que de inteligência. Sem isso, a vida tornar-se-á violenta e tudo se perderá."

 

Podem também consultar a seguinte página da internet: http://pt.wikipedia.org/wiki/O_Grande_Ditador

 


publicado por essmo-becre às 00:35
link do post | comentar | favorito
|

.Citação do dia

.Sugestões

"Mulheres de Cinza" é o primeiro livro de uma trilogia sobre os derradeiros dias do chamado Estado de Gaza, o segundo maior império em África dirigido por um africano. Ngungunyane (ou Gungunhane, como ficou conhecido pelos portugueses) foi o último de uma série de imperadores que governou metade do território de Moçambique. Derrotado em 1895 pelas forças portuguesas comandadas por Mouzinho de Albuquerque, Ngungunyane foi deportado para os Açores onde veio a morrer em 1906. Os seus restos mortais terão sido trasladados para Moçambique em 1985. Existem, no entanto, versões que sugerem que não foram as ossadas do imperador que voltaram dentro da urna. Foram torrões de areia. Do grande adversário de Portugal restam areias recolhidas em solo português. Esta narrativa é uma recreação ficcional inspirada em factos e personagens reais. Serviram de fonte de informação uma extensa documentação produzida em Moçambique e em Portugal e, mais importante ainda, diversas entrevistas efectuadas em Maputo e Inhambane.

Fontes:http://www.fnac.pt/

.pesquisar

 

.Julho 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.Catálogo On-Line

Bibliotecas do Agrupamento

.links

.Música

.posts recentes

. Mia Couto 

. CNL - 11ª ed. Final Nacio...

. Preparar os exames nacion...

. Jean-Paul Sartre

. Fernando Pessoa: poeta e ...

. "Os Maias", de Eça de Que...

. Manuel Alegre é o vencedo...

.subscrever feeds

.Visitantes

.Professor bibliotecário: ode

.tags

. todas as tags