Quarta-feira, 24 de Junho de 2015

2016: Ano de combate ao desperdício alimentar

Segunda, 22 Junho 2015 15:43

 
2016: Ano de combate ao desperdício alimentar
 

A Assembleia da República declarou 2016 como o ano nacional de combate ao desperdício alimentar.

A Resolução, intitulada "Combate ao desperdício alimentar e promoção de uma gestão eficiente dos alimentos", resultou de um projeto de "Os Verdes" que foi votado em plenário no final do debate de quarta-feira.

 

Entre as medidas estão o "incentivo à compra de bens alimentares em mercados de proximidade, nomeadamente no que respeita a produtos perecíveis" ou a "fixação de uma percentagem significativa de utilização de produtos alimentares locais, por parte das instituições públicas, designadamente para abastecimento de cantinas públicas (em estabelecimentos de ensino, hospitais, estabelecimentos prisionais, etc.)".


No que diz respeito a medidas com implicações na área comercial, a deputada, Heloísa Apolónia, afirmou ser necessário estabelecer uma "clara diferença" entre produtos com data de validade limite e outros com data indicativa sobre consumo preferencial. Reforçou a ideia dizendo que "Atiram-se todos os dias para o lixo produtos ainda em bom estado de conservação só porque ultrapassam a data de consumo preferencial".


Em maio deste ano, o Parlamento Francês aprovou uma lei que proíbe as grandes superfícies de deitarem para o lixo produtos alimentares fora de prazo, obrigando os hipermercados a doar os alimentos a instituições sem fins lucrativos. 

 

A Oikos, que tem trabalhado há vários anos na sensibilização para esta temática, está agora a criar uma plataforma digital em Portugal que constitua um mercado eletrónico de proximidade para produtos hortofrutícolas.

 

Todos os dias há milhares de toneladas de produtos alimentares que são deixados a apodrecer no campo por falta de mercado ou deitados para o lixo por ficarem fora de prazo. Para além da redução do desperdício num país com sensivelmente 300 mil pessoas que passam fome, favorece-se as economias locais. É necessário acabar com este desperdício irracional com consequências trágicas a nível ambiental e social.

 

Este será então um ano importante e favorável também para o desenvolvimento do trabalho da Oikos no combate ao desperdício alimentar.

 

- Saiba mais em: http://www.oikos.pt/pt/noticias/ 

 

 

 

Este vídeo é fruto do projeto Time to Seed - um projeto da Oikos de sensibilização, informação e lobby para promover a agricultura de pequena escala, a agricultura familiar e os sistemas agroalimentares sustentáveis como uma das melhores ferramentas não só para combater diretamente a fome, mas também como um dos fatores decisivos para solucionar outros problemas globais como a pobreza e as alterações climáticas.

Para tal foi criada uma campanha designada Food We Want, que tem um site próprio: www.foodwewant.org .

Todas as informações sobre este projeto em: www.oikos.pt/pt/o-que-fazemos/cidadania-­global/projectos-de-cidadania-global/ite­m/1230-1a39

 

 

publicado por essmo-becre às 01:47
link do post | comentar | favorito
|

.Citação do dia

.Catálogo On-Line

Bibliotecas do Agrupamento

.Sugestões

"O enredo tece-se em torno da trajectória de um médico psiquiatra, desde o início da manhã, quando inicia o seu trabalho no Hospital Miguel Bombarda, até às 5 da madrugada do dia seguinte, no seu apartamento do Monte Estoril. Entre o início e o fim do eixo narrativo, sucedem-se episódios que constituem o quotidiano do médico no decorrer desse dia. O primeiro livro de um autor que ao longo dos anos se impôs como um nome cimeiro na literatura portuguesa."

Fontes:http://www.fnac.pt/

.pesquisar

 

.Outubro 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
31

.links

.Música

.posts recentes

. Ser o melhor do mundo é d...

. Concurso Slogans alimenta...

. Prémio Nobel da Literatur...

. Como aceder ao catálogo b...

. Perfil dos alunos à saída...

. Teresa Calçada disserta s...

. NOVO ANO LETIVO

.subscrever feeds

.Visitantes

.Professor bibliotecário: ode

.tags

. todas as tags